skip to Main Content

Enfrentando a discriminação contra Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Pessoas Trans & Intersexo

PADRÕES DE CONDUTA PARA EMPRESAS

Enfrentando a discriminação contra Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Pessoas Trans & Intersexo

PADRÕES DE CONDUTA PARA EMPRESAS

Enfrentando a discriminação contra Lésbicas, Gays, Bissexuais, Travestis, Pessoas Trans & Intersexo

PADRÕES DE CONDUTA PARA EMPRESAS

 Se quisermos alcançar um progresso global mais rápido rumo à igualdade para lésbicas, gays, bissexuais, travestis, pessoas trans e intersexo, o setor privado não apenas terá de cumprir com suas responsabilidades de direitos humanos, mas também de tornar-se um agente ativo de mudança.

Zeid Ra’ad Al Hussein
Alto Comissário de Direitos Humanos da ONU

Violência e discriminação contra lésbicas, gays, bissexuais, travestis, pessoas trans e intersexo (LGBTI) não podem ser eliminadas pelos governos sozinhos. As empresas podem fortalecer a diversidade e promover uma cultura de respeito e igualdade tanto no local de trabalho quanto nas comunidades onde elas e seus parceiros comerciais operam.

As Nações Unidas estão convocando empresas de todo o mundo – grandes e pequenas, locais e multinacionais – para ajudar a avançar na direção de uma maior igualdade para as pessoas LGBTI.

Nós sabemos pela experiência que toda vez que a discriminação diminui, todos se beneficiam.

É assim que as empresas podem fazer a sua parte:

Apoiando os padrões de conduta:

Referência às empresas acima não implica qualquer endosso sobre essas empresas ou suas atividades por parte do Escritório de Direitos Humanos das Nações Unidas.
×Close search
BUSCA